Vidros blindados delaminados deixam passageiros expostos e sem proteção

Uso de compostos ultrapassados causa delaminação do vidro e tira a proteção dos ocupantes do veículo, mas mercado de blindagem automotiva já oferece produtos que não sofrem esse tipo de processo, mantendo a segurança dos usuários por anos

 A blindagem automotiva é um item de segurança que ainda gera muitas dúvidas nos consumidores, principalmente sobre a confiabilidade dos produtos empregados e a garantia contra a delaminação do vidro. A maioria dos fabricantes, após dois ou três anos, não assegura mais a resistência dos seus materiais, deixando os usuários expostos. Para solucionar esse tipo de problema, o mercado já disponibiliza vidros blindados com novas tecnologias que não delaminam, dando segurança ao usuário por anos.

vidros-blindados-novos-e-semi-novos-consulte-estoque-15738-MLB20107638418_062014-F
Vidro delaminado não oferece proteção aos ocupantes do veículo

Benedito Curto, técnico com 30 anos de experiência no setor de blindagem automotiva, explica que a delaminação ocorre quando há o descolamento das lâminas de policarbonado unidas ao vidro, partes que constituem o pacote balístico de alguns fabricantes. “Como são materiais que possuem propriedades físicas diferentes, estas partes sofrem diferentes reações com o uso diário. Por isso, em muitos casos, o policarbonato se solta e cria bolhas, tirando totalmente a resistência balística do composto”, alerta o especialista. Segundo Curto, é comum ver carros com vidros delaminados nas ruas. Ele afirma que a solução é procurar fabricantes que usam novos compostos e garantia extensa, assegurando uma durabilidade maior desse componente de segurança. “Alguns fabricantes no mercado já possuem tecnologia que não delamina, dando até 10 anos de garantia. Isso sana completamente o problema”, coloca.

“É como comparar uma TV de tubo e uma de LED, a evolução é inevitável”, diz João Santana, proprietário da Piquet Blindagens, de Porto Alegre (RS), comparando o uso do policarbonato e os novos compostos empregados na blindagem de vidros. “Novos fabricantes, que investem em tecnologia e composição superior, já descartaram o uso desse composto, que causa muita distorção com o tempo. Recomendamos marcas que usam F4 ou BJC na composição, oferecendo maior resistência e translucidez durante anos”, coloca o empresário, com cerca de 1.200 veículos já blindados em seu pátio.

Cuidado com a autoclavagem

Algumas empresas oferecem a autoclavagem do vidro blindado delaminado, um processo de reprocessamento em que as camadas voltam a se unir por forças de pressão e temperatura, desaparecendo as bolhas e minimizando os defeitos óticos. “É um processo muito perigoso, onde os polímeros (plásticos) utilizados na fabricação original já sofreram desgaste ao longo do tempo e perderam suas propriedades mecânicas. Além disso, estamos falando em retificar um item de segurança que não pode falhar. Eu sempre faço um paralelo com uma fita adesiva: depois que você cola em algum lugar, se descolar e quiser usar de novo, não fica a mesma coisa, não é mesmo? Imagine isso num produto que deve proteger vidas.”, pondera Curto.

DSC_0119
Processo de autoclavagem do vidro (sob pressão e temperatura) tira a translucidez e não garante 100% de eficácia.

Santana explica que a autoclavagem diminui o nível balístico, além de piorar a visibilidade do motorista. “Em parabrisas, por exemplo, esse processo causa uma distorção de 90%”, afirma.

O vidro blindado é um produto controlado pelo Exército Brasileiro e, para manuseá-lo, a empresa precisa ser credenciada pelo órgão. É importante exigir o Certificado de Registro (CR) da instaladora e, em caso de troca do componente, o Relatório Técnico Experimental (Retex) afirmando que o vidro teve sua composição aprovada pelo Exército.

É interessante ressaltar que um veículo blindado usado ou novo deve ter suas garantias ativas e vigentes. Esta informação pode ser confirmada na blindadora ou no fabricante dos vidros blindados. Em posse destes documentos e certificados atualizados, o usuário pode ter a certeza que está realmente protegido.

Anúncios